Como o emocional pode influenciar no tratamento da infertilidade?

Como o emocional pode influenciar no tratamento da infertilidade?

De acordo com os especialistas da Nilo Frantz Medicina Reprodutiva, 10% dos casais apresentam infertilidade sem causa aparente.

Como as causas, são diversas, é importante salientar que fatores como o estresse e ansiedade, podem contribuir de alguma forma para o insucesso do tratamento.

Pensando nisso, preparamos este artigo para que você conheça mais sobre a relação do estresse e ansiedade com o tratamento de infertilidade.

Boa leitura!

A relação do estresse com a infertilidade

Estudos têm mostrado que o estresse e a ansiedade, fazem parte do processo do tratamento de infertilidade, e que o diagnóstico da infertilidade, marca um impacto emocional para o casal.

Então, se você está com dificuldades para engravidar, a recomendação, além de consultar um especialista em reprodução humana, e é que procure um aconselhamento psicológico , onde você terá um espaço, para trazer suas angústias, medos e ansiedades, auxiliando para que passe  essa etapa tão importante da vida da melhor maneira possível.

Quando acontece a infertilidade, os casais precisam rever, muitas vezes, seus projetos de vida, causando assim o prejuízo nos aspectos emocionais, se manifestando de diversas formas e com diferentes sintomas, entre eles a ansiedade, excitação, o estresse e até a depressão.

Nos homens, o excesso de ansiedade pode causar falta de libído, já nas mulheres existe a possibilidade de causar amenorreia, ou seja, falta de menstruação, impedindo assim a gravidez.

Nesse sentido, é muito importante que as pessoas possam trabalhar seus sentimentos, para amenizar  a ansiedade e não atrapalhar na tentativa de engravidar.

Como controlar o estresse

Por mais difícil que possa parecer, ou até um pouco óbvio de falar, mas é imprescindível que o estresse e ansiedade sejam controlados, principalmente se você deseja engravidar.

Preparamos algumas dicas para ajudar nessa tarefa:

Faça atividades relaxantes

Crie uma lista de coisas que você gosta de fazer e que fazem você se sentir bem. Pode ser praticar algum esporte, um passatempo, uma viagem, um hobby, ou qualquer coisa que proporcione um bem-estar e que desvie o seu foco da ansiedade em engravidar.

Implemente na sua rotina atividades simples e práticas, principalmente nos momentos em que você se sentir mais impaciente. Pode ser algo simples como fechar os olhos e manter o foco na sua respiração.

Não se limite à “tabelinha”

Às vezes, quando as tentativas de engravidar se estendem por vários meses, pode desgastar a vida sexual do casal. O que isso quer dizer? Pode acontecer de um ato de prazer e amor se tornar uma obrigação.

Aliás, é normal fazer calendários, a chamada ”tabelinha”, com dias marcados para ter relações sexuais no período mais fértil, mas tente não enxergar esses momentos como uma ”obrigação” e tire o melhor proveito desses momentos. Relaxe e aproveite o momento ao lado da pessoa que ama.

Parceria e apoio mútuo

Uma das causas da ansiedade em casais que estão tentando engravidar são as divergências em relação ao momento certo para a concepção.

Em alguns casos, um dos parceiros pode desejar muito ter um filho, enquanto o outro pode querer esperar um pouco mais. Isso pode gerardecepções e até mesmo motivar discussões.

Por isso,, é fundamental que o casal esteja em sintonia e levar em consideração que engravidar é um processo e mesmo com tratamentos de infertilidade é necessário ter paciência e apoio mútuo.

Também é bastante comum que a ansiedade em conseguir engravidar impeça o casal de relaxar e desfrutar de outros prazeres da vida.

Acompanhamento psicológico

A dificuldade de engravidar , muitas vezes é difícil de lidar e controlar as expectativas que envolvem cada fase do tratamento.

Por vezes, uma longa espera para conseguir um resultado positivo, pode gerar frustração e dificultar  o sucesso do tratamento.

Sabemos que a espera pela chegada de um filho pode ser demorada, mas pode ser vivida como um grande aprendizado.

Então, se você está passando por momentos difíceis na espera por seufilho, um psicólogo pode ajudar a diminuir suas ansiedades, medos e estresse.

Considerações finais

Como vimos ao longo do post, o estresse ea ansiedade sem a ajuda de um apoio psicológico podem dificultar o processo do tratamento.

Seja naturalmente ou através de tratamentos de infertilidade, é fundamental tentar manter a calma e procurar realizar atividades que façam você se sentir bem.

Existem técnicas que podem proporcionar o bem-estar para as pessoas e benefícios ao tratamento, bem como um acompanhamento psicológico para partilhar os seus sentimentos e frustrações durante esta etapa da sua vida.

Se você achou que o nosso post ajudou você a saber mais sobre a relação do estresse e ansiedade com o tratamento de infertilidade, clique aqui e fique por dentro das melhores técnicas de medicina reprodutiva do Brasil.

O nosso compromisso maior é gerar possibilidades para a vida.

Autor: Dra. Claudia Rachewsky
Publicado há 3 meses

mail_outline
A gente notifica você sempre que tivermos novidades. Deixe seu nome e e-mail.

As pessoas também estão lendo...