O que é endometriose? Sintomas e tratamentos

O que é endometriose? Sintomas e tratamentos

Se você apresenta dificuldades para engravidar, é provável que já tenha ouvido falar sobre Endometriose. É uma doença ginecológica crônica muito comum entre as mulheres, que pode dificultar ou até mesmo impossibilitar a gravidez.

Apesar de nem sempre apresentar sintomas e as suas causas ainda não terem sido totalmente esclarecidas pela medicina, nos dias de hoje, é possível obter um diagnóstico preciso caso tenha a doença, para que o seu médico possa escolher a melhor alternativa de tratamento.

Pensando nisso, elaborei este post para que você conheça o que é a endometriose, os seus sintomas e principais opções de tratamentos.

Boa leitura!

O que é o Endométrio?

Antes de explicar o que é a endometriose, é necessário entender o que é o endométrio. O endométrio é a camada interna do útero que sofre alterações de acordo com estímulos hormonais, podendo aumentar ou diminuir a sua espessura durante o ciclo menstrual.

No início do ciclo menstrual, o endométrio se descama, dando origem à menstruação. Quando o sangramento menstrual termina, o endométrio inicia novamente o seu processo de espessamento, até alcançar o pico máximo e novamente descamar, encerrando assim o ciclo menstrual.

É no endométrio que ocorre a fixação do óvulo, ou seja, a fecundação e o posterior desenvolvimento da placenta e do embrião. Por outras palavras, podemos dizer que é no endométrio que os bebês se implantam, caso a mulher engravide e caso contrário, é eliminado no sangue menstrual.

A endometriose

A endometriose é uma doença ginecológica crônica em que ocorre a implantação e o crescimento benigno de tecido do endométrio fora do útero, causando reações inflamatórias. Na maioria das vezes, as zonas afetadas por essa anomalia são estruturas reprodutivas, como por exemplo, os ovários.

No entanto, a endometriose também pode ocorrer nas trompas de Falópio, na vagina, no peritônio ou no trato gastrointestinal e urinário, mas com menos frequência.

As reações inflamatórias causadas pela doença podem permanecer estáveis, progredir ou até mesmo retroceder. Por esse motivo, é importante consultar um médico especialista para obter um diagnóstico preciso e escolher a tratamento mais adequado para cada caso.

O diagnóstico da endometriose

Quando surge a suspeita de endometriose, o primeiro passo é realizar um exame ginecológico clínico. A presença da patologia pode ser confirmada através da realização de alguns exames laboratoriais e de imagem, tais como:

Laparoscopia

A laparoscopia ginecológica é um procedimento cirúrgico moderno, utilizado no diagnóstico e tratamento de doenças do trato genital feminino. É um procedimento seguro e rápido que permite ao médico visualizar os órgãos internos através da inserção de uma óptica conectada a uma câmera que processa as imagens de todo o abdômen.

Ressonância magnética

A ressonância magnética é um método de diagnóstico que utiliza o eletromagnetismo para fazer imagens precisas de diversas partes do corpo. Ela é utilizada para diagnosticar vários problemas de saúde, como aneurismas, tumores, alterações nas articulações ou outras lesões nos órgãos internos.

Ultrassom endovaginal

Trata-se de um exame diagnóstico não invasivo, realizado por via endovaginal, que emite ondas sonoras para gerar imagens em movimento das estruturas pélvicas. Este tipo de exame é utilizado para a avaliação dos órgãos reprodutivos femininos, como por exemplo, o útero, os ovários e o colo uterino.

Marcador tumoral CA-125

O exame de CA-125 mede a quantidade deste marcador tumoral no sangue, que pode estar presente em alguns tipos de câncer ou outras enfermidades, como por exemplo, cirrose, endometriose, hepatite, pancreatite e cistos no ovário.

No entanto, para um diagnóstico mais preciso, será necessário a realização de uma biópsia.

Sintomas da endometriose

Na maioria das vezes, a endometriose é assintomática, no entanto, quando existem sintomas, eles variam de acordo com a área acometida. Vejamos alguns exemplos:

Além disso, existem outros sinais que podem ajudar a diagnosticar a doença, tais como:

Caso identifique algum desses sintomas, é importante marcar uma consulta o quanto antes com um especialista no assunto para obter um diagnóstico preciso.

Tratamento da endometriose

O tratamento para endometriose pode ser feito com o uso de analgésicos, hormônios ou cirurgia, dependendo da gravidade da doença e se a mulher pretende engravidar ou não.

A principal vantagem do tratamento cirúrgico é que as chances de eliminar totalmente a doença são altas e é muito difícil que ela apareça novamente.

Os tratamentos hormonais ou clínicos, por outro lado, não resolvem o problema a curto prazo, mas são menos invasivos. Normalmente, nesse tipo de tratamento, são utilizados alguns medicamentos com o intuito de diminuir o sangramento menstrual.

Outra alternativa, de curto prazo e bem menos agressiva, é a laparoscopia, que consiste em pequenos cortes feitos pelo médico para poder analisar melhor a estrutura da região afetada e cauterizar os pontos necessários.

É importante salientar que todos os tratamentos devem ser acompanhados periodicamente pelo seu médico.

A endometriose e a infertilidade feminina

Embora haja relatos de mulheres que conseguiram engravidar naturalmente mesmo tendo endometriose, a doença pode dificultar a gravidez. Isso porque em algumas situações o endométrio pode impedir a passagem do óvulo para o útero, provocar alterações nos hormônios responsáveis pelo processo de ovulação e na implantação do embrião.

A endometriose também pode alterar a anatomia do aparelho reprodutor feminino, causando uma mudança de posição do útero, de modo que o espermatozóide não consiga chegar onde precisa para que possa fecundar.

Além disso, a endometriose pode causar alterações no desenvolvimento da gestação e aumentar as chances de aborto espontâneo.

Considerações finais

A endometriose é uma das principais preocupações entre as mulheres que desejam engravidar, pois é uma das causas da infertilidade feminina mais comuns.

No entanto, a tecnologia, os meios de diagnósticos e tratamentos existentes atualmente, é possível oferecer tratamentos para eliminar a doença, com grandes chances de reverter o quadro de infertilidade.

Por fim, a principal dica é procurar um especialista, caso identifique algum desses sintomas. Afinal o médico é a pessoas mais indicada para elaborar um diagnóstico preciso e propor os tratamentos mais adequados para resolver o problema.

Se quiser saber informações mais detalhadas sobre este assunto, lançamos recentemente um eBook gratuito com o tema ”Endometriose e a Gravidez: como realizar o sonho da maternidade”.

Se você achou que o nosso post ajudou você a conhecer melhor o que é a endometriose, os principais sintomas e tratamentos, clique aqui e complemente seus conhecimentos sobre as melhores técnicas de medicina reprodutiva do Brasil.

O nosso compromisso maior é gerar possibilidades para a vida.

Autor: Dr. Marcelo Ferreira - CRM 16677
Publicado há 4 meses

mail_outline
A gente notifica você sempre que tivermos novidades. Deixe seu nome e e-mail.

As pessoas também estão lendo...