Hora da decisão: 7 dicas para escolher seu especialista em infertilidade

Hora da decisão: 7 dicas para escolher seu especialista em infertilidade

De acordo com os dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), a infertilidade é uma doença bastante comum, que atinge cerca de 10 a 15% das mulheres em idade reprodutiva. 

Ainda de acordo os dados, esse número tem aumentado nas últimas décadas, devido ao adiamento da maternidade por questões pessoais, conjugais e profissionais.

No entanto, atualmente, a medicina disponibiliza soluções que podem ajudar esses casais a realizar o sonho de conceber um filho. 

Mas, para isso, é necessário encontrar um especialista e infertilidade qualificado e experiente que possa fazer um diagnóstico preciso e propor um tratamento personalizado para o seu caso. Isso tudo somado, claro, a uma clínica de fertilização de confiança que possa garantir tranquilidade, conforto e suporte emocional durante todas as etapas do tratamento.

Pensando nisso, preparamos este artigo com 7 dicas para ajudar você a escolher o seu especialista em fertilidade.

Boa leitura!

1. Indicações

Antes de começar a sua busca por uma clínica de fertilização, um dos primeiros passos é procurar por indicações de casais que já tenham realizado o tratamento. A indicação de alguém de confiança pode ser uma boa estratégia para começar a busca pela melhor solução.

2. Pesquisa na Internet

Atualmente, a internet é o lugar mais utilizado para conseguir informações sobre as diversas opções de clínicas de fertilização e tratamentos existentes. 

Nesse sentido, é fundamental visitar o site, ler materiais sobre a clínica, acompanhar as redes sociais e buscar opiniões de quem já fez o tratamento e avaliações de pacientes que já tenham realizado algum procedimento.

3. A primeira consulta

Na primeira consulta, além do histórico clínico detalhado, o médico especialista  vai conversar com o casal, de modo a entender as necessidades, desejos, frustrações e expectativas em relação ao tratamento desejado.

4. Os profissionais

Outro aspecto importante a levar em consideração na hora de escolher um especialista em fertilidade, é o currículo e a experiência do profissional responsável pelo seu tratamento. 

Esta informação poderá ajudar muito na hora da escolha.

Além da formação profissional, o médico deve manter-se atualizado e possuir as seguintes certificações:

5. As taxas de sucesso 

Mesmo para os casais saudáveis, sem nenhum problema de fertilidade, as chances de engravidar são baixas. Aliás, existe um tempo de espera considerado normal para engravidar, de 12 ciclos menstruais, antes de começar a procurar possíveis causas para a dificuldade de engravidar.

Mas com os tratamentos de reprodução assistida existentes, as chances de engravidar são maiores do que para um casal jovem e saudável. A taxa de sucesso vai variar de acordo com diversos fatores, como por exemplo, a idade da mulher, a causa da infertilidade e, claro, o tratamento realizado.

Marque uma consulta na clínica pretendida, converse com os especialistas e procure saber qual a taxa de sucesso do tratamento pretendido.

6. Os tratamentos oferecidos

Outro fator muito importante a levar em consideração, são os tratamentos oferecidos pelas clínicas. É importante que a clínica possua um laboratório de fertilização in vitro próprio. 

Deste modo, é possível melhorar o alinhamento entre os profissionais, possibilitando reuniões periódicas e discussões de casos, para garantir segurança e consistência nos resultados.

Outra dica importante, é procurar saber sobre tratamentos e acompanhamento profissional de especialistas de outras áreas, como por exemplo, nutricionistas e psicólogos que possam acompanhar e auxiliar em todo o processo.

7. Suporte emocional 

O tratamento da infertilidade pode ser um período muito difícil em termos emocionais. Existem muitas expectativas, frustrações, ansiedades e o tratamento, às vezes, pode demorar mais do que o esperado, o que pode ser bastante estressante e cansativo.

Nessas situações, podem surgir sintomas de ansiedade e depressão, principalmente no período de espera dos resultados ou nos casos de os primeiros resultados dos tratamentos não tenham sido positivos.

Neste sentido, é imprescindível levar em conta também os aspectos emocionais do tratamento de fertilização e optar por uma clínica que forneça também suporte psicológico para o casal e disponibilize profissionais para tirar dúvidas sempre que necessário.

Considerações finais

Como vimos até aqui, a escolha do profissional que vai cuidar da sua fertilização pode ser uma tarefa bastante intensa. 

A busca não apenas pelo especialista, mas também pela clínica ideal, exige dedicação e atenção para cada detalhe. Durante o tratamento de fertilização, o casal passa por momentos delicados, e por isso é fundamental garantir que tudo possa ser feito preservando a privacidade e garantindo o conforto e segurança para a paciente.

Por isso, se você está procurando um especialista em infertilidade, pesquise com calma, preste atenção nas recomendações e siga as nossas dicas. Já são ótimos passos a seguir.

Se você achou que o nosso post ajudou você a saber como escolher um especialista em fertilidade, clique aqui e conheça as melhores técnicas de medicina reprodutiva do Brasil.

O nosso compromisso maior é gerar possibilidades para a vida.

Autor: Dr. Marcelo Ferreira - CRM 16677
Publicado há 4 semanas

mail_outline
A gente notifica você sempre que tivermos novidades. Deixe seu nome e e-mail.