O novembro azul é o mês mundial de combate ao câncer de próstata, no entanto, ele serve também para alertar o universo masculino sobre a importância dos exames preventivos e dos cuidados com a saúde em geral .

No Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais presente entre os homens, perdendo somente para os tumores de pele não melanoma. É o sexto tipo de câncer mais comum no mundo e o mais prevalente em homens. Quando diagnosticado precocemente, através de exame de próstata e dosagem sanguínea do PSA, pode atingir uma taxa de cura de 90% . Na grande maioria dos casos não há sintomas, porém quando estes aparecem, 95% dos homens já estão com a doença em estágio avançado, com pouca chance de cura. Os principais sintomas são: dificuldade e dor para urinar, sangue na urina, dor óssea, perda de peso, mal-estar entre outros.

Uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Urologia demonstra que ainda existe grande preconceito com o exame de próstata, sendo que somente 32% dos homens, em todo o Brasil, declararam que já realizaram o exame de toque retal e que 47% já fizeram o exame de sangue (PSA).

Se você tem mais de 45 anos de idade e/ou história familiar de câncer de próstata, procure seu urologista para um aconselhamento. Lembre que os homens não sofrem apenas de doenças na próstata e por isso devem procurar o médico periodicamente para acompanhar de perto seu bem estar.

 

Texto: Dr. Caio Schmitt