Escolha a localização mais próxima de você

|
Embriologia 25 de Julho - Aniversário de Louise Joy Brown, Primeiro Bebê de Proveta e Dia do Embriologista
25/07/2019

O dia 25 de Julho de 1978 foi um dia muito especial para  Leslie e John Brown, de Bristol, no Norte de Inglaterra. O casal que não podia engravidar teve Louise Joy Brown, o primeiro bebê de proveta do mundo.

Desde esta data, há  41 anos, o método da fertilização “in vitro” vem evoluindo muito, abrindo uma nova era no tratamento da infertilidade .

 

A chegada de Louise  representou um importante marco na medicina e trouxe esperanças para milhares de pessoas com dificuldades de ter filhos naturalmente. Por isso, a data 25 de julho foi escolhida como Dia Internacional do Embriologista, uma homenagem aos profissionais que atuam ativamente nos tratamentos de Reprodução Assistida.

 

Muito se avançou em termos de tecnologia, conhecimento e treinamento nos últimos anos . No Brasil, segundo o 8º Relatório do SisEMBRIO – Sistema Nacional de Produção de Embriões, somente em 2014 foram realizados mais de 27 mil ciclos de fertilização in vitro, mais de 47 mil congelamentos de embriões e a transferência de mais de 60 mil embriões nas técnicas de Reprodução Humana Assistida.

 

“O aumento das taxas de sucesso se deve ao investimento em tecnologia, pesquisa e a formação de profissionais comprometidos em alcançar resultados superiores”, destaca Nilo Frantz, diretor da Nilo Frantz Medicina Reprodutiva. O especialista é o responsável pelo nascimento do primeiro bebê do Brasil através de Maturação in vitro (IVM), técnica indicada para mulheres que têm ovários policísticos e não podem receber altas doses de hormônios.

 

Dr. Nilo ressalta o importante papel desempenhado pelos embriologistas na sua clínica: “Temos à disposição o que há de mais modernos em tecnologia  para os tratamentos de reprodução assistida, mas a qualidade , a eficiência e o sucesso dos procedimentos dependem também da habilidade , da qualificação e do treinamento dos profissionais envolvidos.

Segundo a embriologista Norma Pagnoncelli de Oliveira, poucas pessoas têm o privilégio de visualizar e zelar pelo início da vida de maneira tão significativa como o embriologista. “A torcida pela adequada fertilização, a vibração ao observar embriões de qualidade ao microscópio, a completa realização com a concepção, tudo isso faz parte da nossa rotina. Ser mãe é uma dádiva tão especial, que ajudá-las a realizar esse sonho torna-se algo muito maior que uma profissão”, comenta a embriologista

 

A saber:

A Nilo Frantz Medicina Reprodutiva é hoje referência em Reprodução Assistida no Brasil. Com unidades em Porto Alegre, Novo Hamburgo e São Paulo,  já possibilitou o nascimento de mais de 3 mil bebês e é pioneira no país na utilização da técnica IVM, maturação in vitro.

EnglishPortugueseSpanish