Clinica Por que as alterações nas trompas impedem ou dificultam a gravidez?
25/04/2018

Inflamações, infecções, cirurgias e cicatrizes não só afetam a permeabilidade tubária, ocasionando uma obstrução uni ou bilateral, mas também lesam os seus cílios e, assim, a sua capacidade de transporte. As células que revestem internamente as trompas devem também secretar um muco nutritivo, responsável pela nutrição do embrião nos seus primeiros dias após a fecundação. Esta função encontra-se muitas vezes prejudicada. Outro problema observado é a perda da capacidade da extremidade tubária de se voltar para o ovário e “abraçá-lo”, não podendo assim receber o óvulo por este liberado. O que se vê muitas vezes são trompas fixas e distantes dos ovários, direcionadas para um sentido oposto ao que se encontra o ovário. As alterações podem ser leves e responsáveis por uma demora maior para engravidar. Mas, freqüentemente as lesões são severas e impedem completamente a ocorrência da gestação.

  • Institucional
    Tabagismo e Infertilidade: Qual a relação?
    28/05/2018
  • Clínica
    Como avaliar se as trompas estão normais ou não?
    Basicamente existem 2 métodos diagnósticos capazes de verificar a funcionalidade das trompas uterinas: Histerossalpingografia: exame radiológico realizado por Hospitais e clínicas de diagnóstico por imagem.
    26/04/2018
EnglishPortugueseSpanish