APOIO EMOCIONAL AJUDA OS CASAIS NO TRATAMENTO

A Infertilidade tende a ser um sofrimento silencioso. Muitos casais se sentem incompreendidos, e muitas vezes, envergonhados, pois o mundo parece um lugar fértil do qual eles não estão incluídos. O que provoca um forte impacto na vida emocional do casal. Estresse, depressão, instabilidade, irritabilidade são alguns dos sinais que fazem parte desse momento.

Quando o desejo de ter um filho não se constituí ao natural, o casal precisa rever seus projetos de vida, pois seus planos irão se modificar. É preciso elaborar e compreender as dores desta fase. Durante o processo de tratamentos, eles vivenciam sentimentos de esperança e desilusão. A função da psicologia é proporcionar um espaço de reflexão, no qual os pacientes possam manifestar seus sentimentos e auxiliá-los a enfrentar seus medos, angústias, tristezas e fantasias. Oportuniza uma estrutura que possa acolher este casal durante este período conturbado.

  1. Impotência de não poder concretizar o sonho, e ao mesmo tempo, não perder o ideal de vida;
  2. Desde crianças as mulheres são estimuladas e preparadas para ser mãe e quando isso não acontece, vem a frustração;
  3. A sociedade nos exige seguir alguns modelos culturais: noivar, casar, engravidar e ter filhos;
  4. As mulheres, em geral, se sentem responsáveis pela infertilidade, e não se dão conta de que a questão envolve o casal.