O principal objetivo desta data é conscientizar as pessoas sobre a importância da preservação da saúde para se ter uma melhor qualidade de vida. Esse tema é muito relevante também quando falamos em medicina reprodutiva, pois nosso organismo como um todo é reflexo de nossos hábitos e estilos de vida, e isso inclui também a qualidade dos óvulos e dos espermatozóides. Quem trabalha com produtos tóxicos, usa álcool em excesso e fuma, por exemplo, pode apresentar maior dificuldade durante o tratamento de reprodução assistida. A boa notícia é que adotar uma alimentação saudável, fazer exercícios físicos e evitar exposição à produtos prejudiciais à saúde pode reverter consideravelmente esta situação.
Estando ou não em tratamento para infertilidade, é importante lembrar que nossa saúde depende também das nossas escolhas do dia a dia. Faça boas escolhas, seu corpo agradece!