O Centro de Reprodução Humana Nilo Frantz é pioneiro no país no desenvolvimento da nova técnica de fertilização denominada maturação in vitro (IVM ou in vitro maturation), indicada para mulheres que sofrem da síndrome de ovários policísticos e não podem receber altas doses de hormônios. Desde o nascimento do primeiro bebê em agosto de 2008, até o primeiro trimestre de 2010, nove bebês já nasceram com o auxílio desta tecnologia.

A IVM é uma alternativa segura para o tratamento da infertilidade, quando há indicação de fertilização, seja por fator feminino ou masculino, em pacientes portadoras de ovários policísticos.