Sexo durante a gravidezA relação sexual é permitida durante a gestação?
Sim, não existe restrição para atividade sexual em gestações de baixo risco.  O sexo na gestação é saudável e deve ser estimulado. É um ato de amor e carinho que auxilia no aumento do vínculo do casal e faz com que a mulher sinta-se mais desejada, melhorando seu bem estar. Caso a relação sexual deva que ser evitada, o obstetra orientará a paciente.
Não esquecer que neste período a mulher não está isenta de adquirir doenças sexualmente transmissíveis.

A gestação afeta o desejo sexual?
O desejo sexual é multifatorial. Fatores psicológicos, físicos, conjugais, receios e mitos podem influenciá-lo. Para a maioria das mulheres a gestação não afeta o desejo sexual. Estudos indicam que em um terço ocorre diminuição da libido, enquanto uma pequena parte apresenta aumento. No primeiro trimestre, devido a sintomas gestacionais tais como cansaço, náuseas, vômitos e dor nas mamas, pode haver uma diminuição do desejo. No terceiro trimestre, a diminuição do desejo pode ser atribuída ao desconforto gerado pelo peso da barriga, dores nas costas ou falta de ar comuns neste período.
Nos homens pode haver uma diminuição do desejo, devido à ideia equivocada que a relação possa machucar o bebê. Além disto, alguns homens começam a visualizar a mulher como figura materna, podendo comprometer o seu desejo. É importante que os homens participem das consultas de pré-natal para serem melhor orientados.

A relação sexual pode machucar o bebê?
Não. A relação sexual não machuca o bebê. A penetração ocorre na vagina. Ao final do canal vaginal encontra-se colo uterino, uma musculatura espessa que antecede a cavidade uterina onde está o bebê que fica envolto por uma bolsa de líquido. Ou seja, não existe contato do pênis com o bebê.

Existe posição ideal?
Não. No inicio da gestação não existe diferença em relação às posições. A medida em que a barriga vai crescendo, o casal deve adequar as posições, procurando aquelas que considerem mais confortáveis. Casais que não se sentem bem com a penetração, podem realizar outras formas de sexo, como sexo oral e masturbação mútua.

A relação sexual piora no pós parto?
Após o parto, depois do período de abstinência orientado pelo médico, alguns casais podem apresentar dificuldades durante a relação sexual. Uma das causas desta dificuldadade é a adaptação à nova rotina.  Desta forma, a organização e a parceria entre o casal é fundamental. É importante que se crie momentos a sós. Outro fator desencadeante desta dificuldade são as alterações hormonais que levam ao ressecamento vaginal, podendo causar dor na relação. Nestes casos é aconselhável o uso de pomadas hormonais que deverão ser prescritas pelo seu médico.

 

Texto: Dra. Priscila Scalco