Para a maioria das pessoas, ter filhos e formar uma família é uma meta que faz parte da evolução do casal. Quando a gestação não acontece, muitas vezes as pessoas precisam rever seus projetos de vida.

Com isso, passam a enfrentar uma experiência emocional difícil, podendo acarretar um impacto em vários aspectos da vida conjugal ou até mesmo individual, dando origem a sentimentos que geram profunda tristeza, ansiedade, culpa e angustia. Muitas vezes sentem-se sozinhos, como se não fizessem parte deste mundo que lhes parece tão fértil.

Como compreender e suportar essa circunstância da vida, cobranças internas e externas, cuidando para que tudo isso não destrua a relação?

É importante que os casais, possam falar a respeito do assunto, que entre eles não aja constrangimento e muitas vezes, o ideal seria contar com o apoio de um psicólogo ou psiquiatra, para que eles tenham um espaço onde possam trazer seus conflitos e que juntos encontrem a melhor maneira de percorrer este caminho, ao alcance de seu objetivo.